28-05-2017

26-05-2017
Agenda Semanal
29 Maio a 02 Junho 2017
 
A próxima semana será mais curta devido ao feriado nos Estados Unidas. Na Segunda-feira, as bolsas norte-americanas encontram-se encerradas devido ao feriado "Memorial Day". Os destaques a nível macroeconómico são: Zona Euro (Indicadores de Confiança, Inflação e Taxa de Desemprego) e nos EUA (PMI da Markit, "Non-farm Payrolls" e Taxa de Desemprego).

Segunda-feira, 29 de Maio 2017

• Bolsas norte-americanas fechadas devido a feriado "Memorial Day"
• Redes Energéticas Nacionais: Ex-dividendo (€0,171)
• Pagamento do dividendo da Novabase no valor ilíquido de €0,15/acção
• 08h15: Discurso de Nowotny, membro do BCE
• 14h00: Discurso de Draghi, presidente do BCE

Terça-feira, 30 de Maio 2017

• Pagamento do dividendo da Galp Energia no valor ilíquido de €0,248832/acção
• 10h00: Zona Euro - Indicadores de Confiança
• Apresentação de Resultados da Cimpor e Ryanair
• 11h15: Discurso de Liikanen, membro do BCE
• 18h00: Discurso de Brainard, membro da FED

Quarta-feira, 31 de Maio 2017

• Pagamento do dividendo da Redes Energéticas Nacionais no valor ilíquido de €0,171/acção
• Apresentação de Resultados da Ibersol
• 10h00: Zona Euro - Inflação e Taxa de Desemprego (Abri)
• 08h20: Discurso de Coeure, membro do BCE
• 13h00: Discurso de Kaplan, membro da FED
• 13h30: Discurso de Lautenschlaeger, membro do BCE
• FED divulga livro beige

Quinta-feira, 01 de Junho 2017

• 09h00: Zona Euro - PMI Industrial (Maio)
• Discursos de vários membros do BCE, Villeroy (08h15) e Moscovici (13h00)
• 13h00: Discurso de Powell, membro da FED
• 16h00: Inventários semanais do petróleo

Sexta-feira, 02 de Junho 2017

• Navigator: Ex-dividendo (€0,2371)
• 13h30: EUA - Payrolls (Maio)
• Moody's avalia dívida soberana do Reino Unido
26-05-2017
Espanha
"Reverse stock splits" dominam a bolsa espanhola
 
A Abengoa anunciou hoje uma proposta de "reverse stock split" de uma acção nova por cada 100 acções antigas (1x100) na sua Assembleia Geral nos dias 29 e 30 de Junho.

Ontem, a Sniace também anunciou que vai propor um "reverse stock split" de uma acção nova por cada 10 acções antigas (1x10) na sua Assembleia Geral nos dias 26 e 27 de Junho.

A General de Alquiler de Maquinaria também vai realizar uma Assembleia Geral nos dias 22 e 23 de Junho para aprovar um "reverse stock split" de uma acção nova por cada 10 acções antigas (1x10).

A Bankia já aprovou na sua Assembleia Geral no dia 24 de Março o "reverse stock split" de uma acção nova por cada 4 acções antigas (1x4) a partir do dia 5 de Junho.

ArcelorMittal já terminou o seu "reverse stock" split no dia 18 de Maio na proporção de uma acção nova por cada 3 acções antigas (1x3).
26-05-2017
Navigator/Semapa
Anúncio do pagamento de dividendos
 
• The Navigator Company (NVG): A empresa irá proceder ao pagamento do dividendo de 2016 a partir do dia 6 de Junho no valor de €0,2371 por acção. A partir do dia 2 de Junho, as acções negoceiam sem direito ao pagamento do dividendo. A empresa irá proceder também ao pagamento de reservas livres a partir do dia 5 de Julho de 2017, no montante de €0,11158 por acção. A partir do dia 3 de Julho, as acções negoceiam sem direito ao pagamento de reservas referido.

• Semapa (SEM): A empresa veio informar acerca do pagamento do dividendo referente ao exercício de 2016 no valor ilíquido de €0,45 por acção a partir do dia 7 de Junho. A partir do dia 5 de Junho, as acções negoceiam sem direito ao dividendo.
26-05-2017
Reino Unido
Maior descida diária da libra em três semanas depois sondagem YouGov
 
A libra esterlina teve a sua maior descida diária em mais de três semanas, depois de uma sondagem YouGov mostrar o partido da oposição britânico Labour Party a reduzir a vantagem dos Conservadores da Primeira-Ministra Theresa May para 5 pontos, após o ataque em Manchester, menos de quinze dias antes das eleições nacionais.

O Partido Conservador reúne agora 43% das intenções de voto (vs. 44% anteriores) e o Partido Trabalhistas aumentou a intenção de voto para 38% (vs. 35% anteriores).
26-05-2017
Abertura de Mercados
Mercados em queda leve em dia de reunião do G7
 
Os mercados europeus estão previstos abrirem em queda leve no dia de reunião do G7. Na agenda dos líderes das maiores economia do mundo estarão a economia global, a política externa, a segurança e a sustentabilidade ambiental.

Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a cair 0,64% e as praças chinesas negociavam em alta.

As principais bolsas norte-americanas encerraram no verde com o índice S&P 500 e o Nasdaq a marcaram recordes de fecho impulsionadas pelo sector dos retalhistas com a Best Buy entre os melhores desempenhos, ao disparar 22% depois de reportar que as suas vendas aumentaram inesperadamente no trimestre passado face ao período homólogo. Pelo negativo esteve o sector da energia decorrentes da queda dos preços do petróleo nos mercados internacionais.

Dados Macroeconómicos:

• 00h30: Japão - Inflação (Abril)
• 13h30: EUA - Produto Interno Bruto (1º trimestre)
• 13h30: EUA - Encomendas de Bens Duradouros
• 15h00: EUA - Confiança dos Consumidores da Universidade Michigan (Mai)

Eventos:

• Início da Cimeira do G7
• 03h00: Discurso de Bullard, membro da Fed
• Galp Energia: Ex-dividendo (€0,248832/acção)
• Pagamento do dividendo ilíquido da Nos (€0,20/acção), Sonae Capital (€0,10/acção) e Sonaecom (€0,077/acção)
• 10h00: Assembleia Geral da Pharol (10h00), Ibersol (14h00) e Estoril Sol (16h00)

Resultados:

• Portugal: Glintt (DF)

Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

• Terminal do Barreiro passa exame ambiental (Negócios)
• Alojamento local parte ao meio a oposição e geringonça (Negócios)
• Função Pública: Hoje há uma greve que dá jeito a todos (até ao Governo) (Negócios)
• Caixa Económica deixa cair louvor à gestão (Negócios)
• PT obrigada a pagar comissão anual à Altice (Público)
• PSD quer taxa reguladora por cada serviço da Uber e Cabify (Público)
• Donald Trump exige aos aliados (muito) mais pela NATO (Público)
• Receita da Segurança Social com o melhor resultado desde 2008 (Diário de Notícias)
25-05-2017
Estados Unidos de América
Nasdaq e S&P500 atingem novos máximos de sempre
 
O Nasdaq Composite tocou nos 6.183,021 pontos, um novo máximo histórico, acompanhado pelo Standard & Poor’s 500 que abriu no máximo recorde de 2409,96 pontos.

Em relação ao Nasdaq já voltou para níveis antes da eleição de Donald Trump em Novembro.
25-05-2017
Reino Unido
Economia expandiu ao ritmo mais lento de um ano
 
A economia do Reino Unido desacelerou mais do que o esperado nos primeiros três meses de 2017, com o aumento da inflação guiado pelo voto de Brexit no ano passado a pesar nas despesas das famílias.

O Produto Interno Bruto cresceu apenas 0,2% no 1º trimestre aquém do esperado pelos economistas de 0,3%.
25-05-2017
Petróleo
Preços caem com provável extensão de 9 meses nos cortes de produção
 
Os preços do petróleo caem acentuadamente depois do Ministro da energia da Arábia Saudita ter dito que é provável que os principais produtores de petróleo da OPEP ampliem os cortes de produção por mais nove meses mas que deverá mantê-los no mesmo nível.

A conferência de imprensa da reunião da OPEP será pelas 16h00.
 
Os preços caíram para território negativo depois de ter ganho mais de 1% hoje.
25-05-2017
Portugal
Acções em subida leve aguardando desfecho da reunião da OPEP
 
O índice PSI-20 sobe ligeiramente com o destaque para as acções da Pharol. A High Bridge Unipessoal informou que passou a deter 6,17% do capital social da Pharol.

As acções do BCP negociam em alta depois do CEO do banco ter referido que está disponível para analisar qualquer solução para reduzir o montante de crédito vencido desde que não implique um impacto negativo nos rácios de capital.

As acções da Galp Energia sobem no último dia em que negoceiam com o direito ao dividendo de €0,248832/acção.

Pela negativa, as acções da Novabase que deixaram de negociar com o direito ao pagamento do dividendo de 2016 (€0,15/acção). Santander Asset Management reduziu a sua participação na empresa para os 4,8133%.
25-05-2017
Estados Unidos de América
Fed deverá subir taxas de juro na reunião de 14 de Junho
 
Os membros da Reserva Federal concordaram que deveriam suspender a subida das taxas de juro até verem provas de que a recente desaceleração económica é transitória, segundo a acta da última reunião de política monetária da Fed nos dias 2 e 3 de Maio.

Quase todos os membros também se disseram favoráveis a iniciar este ano a redução do volume maciço de títulos públicos da Fed e títulos garantidos por hipotecas.

A probabilidade de um aumento de taxas na reunião de 14 de Junho é de 100%.
25-05-2017
Abertura de Mercados
Mercados no verde em dia de reunião de OPEP
 
Os mercados europeus estão previstos abrirem no verde no dia que os responsáveis da Organização dos Países Exportadores de Petróleo reúnem em Viena para decidir se a organização decide ou não prolongar os cortes de produção. Após a reunião, haverá encontros com outros produtores fora da OPEP para discutir a estratégia de cortes.

Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a subir 0,36% e as praças chinesas negociavam em alta.

As principais bolsas norte-americanas encerraram novamente a subir com os índices S&P 500 e Nasdaq a baterem novos recordes de fecho e o índice Dow Jones superou os 21.000 pontos. As actas da última reunião da Reserva Federal norte-americana assinalaram que a economia do país continua de boa saúde e ficou reiterada a possibilidade de a autoridade monetária subir os juros directores já na sua reunião de 13 e 14 de Junho.

Dados Macroeconómicos:

• 08h00: Espanha - Produto Interno Bruto (1º trimestre)
• 09h00: Itália - Produção & Encomendas Industriais (Março)
• 09h30: Reino Unido - Produto Interno Bruto (1º trimestre)
• 10h00: Itália - Comércio Extracomunitário (Abril)
• 13h30: EUA - Pedidos Iniciais de Subsídio de Desemprego
• 23h30: Japão - Índice de Preços no Consumidor (Abril)

Eventos:

• Novabase: Ex-dividendo (€0,15/acção)
• Assembleias Gerais: Semapa (10h30), Caixa Económico Montepio Geral (15h00), Luz Saúde (15h00), Martifer (15h00)
• Reunião da OPEP
• INE divulga Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação (Abril)
• Direção-Geral do Orçamento divulga síntese de execução orçamental (Abril)
• Encontro entre líderes da NATO em Bruxelas
• 14h30: EUA - Conferência de imprensa do FMI
• 15h00: Discurso de Brainard, membro da Fed
• 18h00: Discurso de Constancio, membro do BCE
• Várias bolsas encerradas devido ao feriado Dia da Ascensão nomeadamente: Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, Suíça e Áustria

Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

• PS e Bloco divergem no aluguer de casa de turistas (Negócios)
• Projectos de energia solar somam 500 milhões de euros (Negócios)
• Evasão fiscal: BCE arrasa proposta para limitar pagamentos em dinheiro vivo (Negócios)
• Processos de dívida vão poder ser consultados online (Negócios)
• Pais só vão pagar por manuais escolares "em casos extremos" (Público)
• Caso BPN: Oliveira Costa recorre de 14 anos de prisão (Público)
• NATO acolhe Trump e espera dele a liderança do mundo livre (Público)
• Finanças: "Sim, foi possível" Centeno fixa uma agenda para a zona euro (Público)
• SEF sem agentes para controlar aumento de entradas nos aeroportos (Diário de Notícias)
• Brasil: Manifestantes pegam fogo a ministérios, Temer chama tropas à rua (Diário de Notícias)
• Greves, feriados e ponte tiraram cinco dias de aulas num mês (Jornal de Notícias)
24-05-2017
Estados Unidos de América
Resultados Empresariais
 
• Intuit: Lucros e receitas acima do esperado com bom outlook

- EPS: $3,90 s, $3,87 Est.
- Receitas: $2,54 mil mn vs. $2,50 mil mn Est.

• Lowe's: Lucros e receitas aquém das previsões

- EPS: $1,03 vs. $1,06 Est.
- Receitas: $16,86 mil mn vs. $16,95 mil mn Est.

• Advance Auto Parts: Resultados aquém do esperado com sector em ambiente adverso

- EPS: $1,60 vs. $2,15 Est.
- Receitas: $2,89 mil mn vs. $2,95 mil mn Est.

• Tiffany’s: Vendas penalizados pela queda de 2% das vendas na Ásia-Pacífico e pela contracção de 4% das vendas nas Américas

- EPS: $0,74 vs. $0,70 Est.
- Receitas: $899,6 mn vs. $914,4 mn Est.
24-05-2017
Mercados Financeiros
BAML prefere acções europeias em detrimento de dívida "high yield"
 
De acordo com o Bank of America Merrill Lynch., os investidores devem optar por acções europeias em vez de obrigações "high yield".

Pela primeira vez, a rendibilidade das acções europeias supera a das obrigações "high yield".

A economia da Zona Euro está nem recuperação e os riscos políticos estão a desaparecer, por isso, o crescimento dos lucros futuros está no seu nível mais elevado em muito tempo, disse o banco de investimento norte-americano, que considera o ciclo para os ganhos europeus.

A época de resultados do primeiro trimestre da Europa foi a melhor em 15 anos.
24-05-2017
Altice/Nos
Alteração marca PT para Altice vai pressionar NOS, segundo BPI
 
A alteração da marca PT para Altice levará a uma forte campanha de marketing que colocará pressão sobre as rivais portuguesas, incluindo a NOS, segundo o BPI.

O BPI antecipa promoções mais agressivas e um aumento significativo dos gastos com publicidade que para as empresas de media deverão ser boas notícias.
24-05-2017
Espanha
Novo recorde de negócios gerados no exterior pelas empresas espanholas
 
As 123 empresas cotadas na bolsa espanhola geraram 65,5% dos seus negócios no exterior, ou seja, €317.710 mn, o que representa um novo recorde, segundo um relatório divulgado hoje pela Bolsas y Mercados Españoles.

O relatório revela que nos últimos vinte anos, o número de negócios internacionais pelas empresas espanholas listadas não parou de crescer continuamente.

Das 123 empresas espanholas cotadas, 28 alcançou um volume de negócios no exterior igual ou superior a 80%, e 45 facturou igual ou superior a 70%.
24-05-2017
Banco Central Europeu
Risco estabilidade financeira Zona Euro contido mas a aumentar
 
Os riscos de estabilidade financeira na Zona Euro estão contidos mas continuam significativos e até aumentaram em algumas áreas durante os últimos seis meses, disse o Banco Central Europeu, numa avaliação regular de estabilidade hoje.

Receios acerca da sustentabilidade da dívida cresceram, enquanto que a limpeza do sector bancário é lenta e o risco de uma súbita subida dos "yields" dos mercados de obrigações continua significativa, e pode dar origem a grandes perdas de capital, disse o BCE.
24-05-2017
Cofina/Impresa
Máximos de 2016
 
A Cofina, que detém o Correio da Manhã e Negócios tocou hoje o máximo de €0,409, o que não acontecia há 14 meses. As acções da Cofina valorizaram 57,31% este ano. O presidente da empresa Paulo Fernandes adquiriu, a título pessoal, 2,92% do capital da Cofina que comprou à Actium Capital, cujo administrador único é o próprio Paulo Fernandes. Ao todo, é imputada ao empresário uma participação de 13,05% na Cofina: os 2,92% a título pessoal, o restante através da Actium Capital.

A empresa tem estado num processo de redimensionamento, com o despedimento colectivo de 65 profissionais, como medida de corte de custos. Além do fecho da edição em papel da Flash, a Cofina vai deixar de publicar a Vogue. Para o segundo trimestre está prevista a implementação de uma "plataforma de jogo online".

A Impresa esteve sete sessões consecutivas a ganhar atingindo ontem o máximo de €0,28 por acção. As acções sobem 36,32% no total este ano. A Impresa, que é dona da SIC, passou igualmente por uma política de corte de custos, apresentando prejuízos de €2,8 mn nos primeiros três meses do ano. A gestora de fundos de investimento americana Invesco reduziu a sua posição na Impresa, descendo abaixo dos 4,5%.
24-05-2017
Abertura de Mercados
Mercado em queda leve aguardando minutas da Fed
 
Os mercados europeus estão previstos abrirem em queda leve aguardando as minutas da reunião de 2 e 3 de Maio da Fed e o relatório de estabilidade financeira do Banco Central Europeu.

Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a subir 0,66% e as praças chinesas negociavam negativas.

As principais bolsas norte-americanas encerraram positivos impulsionados pelos títulos financeiros depois de ter sido os números definitivos da proposta da Administração Trump para o Orçamento Federal do ano fiscal de 2018 que arranca já em Outubro próximo.

Dados Macroeconómicos:

• 07h00: Alemanha - Confiança dos Consumidores Gfk (Junho)
• 08h00: Espanha - Índice de Preços no Produtor (Abril)
• 15h00: EUA - Vendas de Casas Usadas (Abril)

Eventos:

• Ex-dividendo: NOS (€0,20/acção), Sonaecom (€0,077/acção), Sonae Capital (€0,10/acção)
• 01h00: Discurso de Kuroda do Banco do Japão
• Discursos de vários membros do BCE: Praet (09h30) e Draghi (13h45)
• Discurso de Kaplan, membro da Fed
• 15h30: Inventários do Petróleo
• 19h00: Minutas da Reunião da Fed

Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

• Bruxelas dá folga no défice para proteger economia (Negócios)
• Fundo de Resolução pode travar mais custos com Novo Banco (Negócios)
• BCE demarca-se das provisões do Banco de Portugal (Negócios)
• Meo e PT off: Patrick Drahi garante que Altice não tem "plano de saídas massivas" na PT (Negócios)
• BCE demarca-se das provisões do Banco de Portugal (Negócios)
• Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos por falta de licenças (Público)
• Eurodeputados não querem relatório da dívida na Europa (Público)
• PT e Meo desapareceram em 12 meses e dão lugar à Altice (Público)
23-05-2017
Impresa
Plano Estratégico 2017-2019
 
23-05-2017
Sonae Indústria
Redução de capital de €559 mn para cobrir prejuízos
 
A Sonae Indústria realizou ontem uma redução de capital de €559 mn para cobertura de prejuízos, sem alteração do número de acções existentes.

Deste modo, o capital social da Sonae Indústria é actualmente de €253.319.797,26, representado por 11 350 757 417 acções ordinárias, escriturais e nominativas, sem valor nominal.
23-05-2017
Bitcoin
Criptomoeda subiu $1,000 em 30 dias
 
A bitcoin ultrapassou os $2.200 pela primeira vez ontem. Desde o início do ano, o valor da criptomoeda dispara 126% para $2.216,37.

A valorização dos últimos meses tem sido atribuída à decisão do Japão ter autorizado a bitcoin como um meio legal de pagamento no início de Abril. Depois disso, houve empresas nipónicas a começar a aceitar pagamentos em bitcoins. Desde o início dos dados coligidos pela Bloomberg, relativos a Julho de 2010, a bitcoin multiplicou o seu valor por 27.700 vezes.
23-05-2017
Grécia
Eurogrupo sem acordo sobre uma nova tranche de apoio financeiro à Grécia
 
O presidente do Eurogrupo afirmou que os ministros das Finanças da zona Euro ainda não chegaram a acordo sobre uma nova tranche de apoio financeiro à Grécia. Jeroen Dijsselbloem afirmou que a Grécia realizou "um enorme progresso" na aplicação das medidas exigidas para continuar a receber dinheiro para evitar a bancarrota.

Contudo, ainda não foi possível um acordo e os ministros do Eurogrupo vão ter que debater mais antes de se voltarem a reunir dentro de três semanas, altura em que Dijsselbloem acredita que o Fundo Monetário Internacional dê acordo para continuar o resgate financeiro da Grécia.

A bolsa grega já subiu 23% este ano, mais do que o dobro que o índice mundial MSCI.
23-05-2017
Alemanha
Índice PMI atinge máximo desde Abril 2011
 
O índice PMI para Alemanha, que mede a actividade económica, subiu para 57,3 pontos, de 56,7 pontos em Abril, revelou hoje o Markit Economics. Este valor é o máximo de seis anos. O indicador superou mesmo as estimativas dos economistas que apontavam para um valor médio de 56,6 pontos.

Nos serviços, o PMI desceu de 55,4 em Abril para 55,2, aquém do esperado pelos economistas de 55,5. Nos serviços, O PMI no sector industrial subiu para 59,4 vs. 58 previstos.
23-05-2017
Abertura de Mercados
Mercados em queda leve depois de ataque terrorista em Manchester
 
Os mercados europeus estão previstos abrirem em queda leve depois de um suspeito ataque terrorista ter morto pelo menos 22 pessoas e ferido 59 num concerto pop em Manchester. Hoje o foco será nos dados macroeconómicos com os índice PMI de Markit serem divulgados na Zona Euro e EUA.

Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a cair 0.33% e as praças chinesas negociavam mistas.

As principais bolsas norte-americanas encerraram com ganhos pela terceira sessão consecutiva depois de Trump ter conseguido acordos nas áreas da defesa, energia e infra-estruturas no valor de $110 mil mn que impulsionou as acções do sector industrial.

Dados Macroeconómicos:

• 07h00: Alemanha - Produto Interno Bruto (1º trimestre)
• 07h00: Alemanha - Exportações (1º trimestre)
• 07h00: Alemanha - Importações (1º trimestre)
• 07h45: França - Confiança dos Consumidores (Maio)
• 08h00: Espanha - Balança Comercial (Março)
• 08h30: Alemanha - PMI Indústria/Serviços (Maio)
• 09h00: Zona Euro - PMI Indústria/Serviços (Maio)
• 09h00: Alemanha - Índice de Clima Empresarial Ifo (Maio)
• 09h30: Reino Unido - Finanças do Sector Público (Abril)
• 11h00: Reino Unido - Vendas a Retalho CBI (Maio)
• 14h45: EUA - PMI Indústria/Serviços (Maio)
• 15h00: EUA - Vendas de Casas Novas (Abril)

Eventos:

• 09h00: Relatório de Estabilidade Financeira do BCE
• 15h00: Debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, no Parlamento
• Discursos de vários membros da Fed: Kashkari (20h00) e Harker (22h00)

Resultados:

• Europa: BB Biotech (06h00), Electrocomponents, Severn Trent, Shaftesbury, IWG
• EUA: Autozone (AA), Intuit (DF)

Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

• Saída do défice ainda não dá folga no próximo Orçamento (Negócios)
• Troca de dívida do Novo Banco avança em Junho (Negócios)
• Bitcoin bate máximos e ameaça bolha (Negócios)
• Metalurgia atrai mais investimento estrangeiro (Negócios)
• Défice controlado: Governo quer usar flexibilidade já em 2018 (Público)
• Governo já recebeu 30 pedidos para exploração de lítio em Portugal (Público)
• Quase todos os "lesados" do BES aceitaram assinar acordo (Público)
• Esquerda, volver: onde vai Sánchez? (Público)
• Tomás Correia acusado de não vigiar contas de clientes VIP no Montepio (Diário de Notícias)
• Costa confirma aumento dos escalões do IRS (Diário de Notícias)
22-05-2017
Zona Euro
Maior correlação entre o euro e acções europeias em quase 4 anos
 
As acções europeias mostram a maior correlação com o euro em quase quatro anos. Isso, juntamente com um dólar fraco, torna as acções europeias mais atraentes para os investidores internacionais do que as acções norte-americanos, segundo os analistas da Goldman Sachs.

Essa correlação positiva poderá durar enquanto o crescimento da Zona Euro superar o ritmo de expansão nos EUA.
22-05-2017
Futuros Chicago Mercantile Exchange
Décimo maior redução de posições curtas em GBP numa semana
 
As posições abertas em futuros no Mercado Monetário Internacional, uma divisão da Chicago Mercantile Exchange na semana entre 9 a 16 de Maio 2017 são principalmente posições especulativas longas em EUR, USD, petróleo, ouro e S&P 500 e curtas em JPY, GBP

As posições longas em GBP tiveram a seu décimo maior aumento e o JPY teve a décima maior redução esta semana.
22-05-2017
Euro/Dólar
Moeda única em máximos de seis meses depois de comentários de Merkel
 
A chanceler alemã, Angela Merkel, sugeriu que o valor do euro está demasiado baixo para a Alemanha, mas deixou claro que Berlim não tinha poder para resolver este "problema" porque a política monetária foi estabelecida pelo Banco Central Europeu independente.
22-05-2017
Portugal
Comissão Europeia propõe saída do procedimento dos défices
 
A Comissão Europeia propôs hoje o fecho do Procedimento dos Défices Excessivos aberto a Portugal em 2009. A decisão ainda tem de ser confirmada pelo Conselho da UE que, para reverter a proposta de Bruxelas, necessitaria de reunir uma maioria qualificada contra a proposta da equipa de Jean-Claude Juncker.

A confirmar-se Portugal passará para o braço preventivo do Pacto de Estabilidade, deixando a sua vertente correctiva, onde está juntamente com Croácia, França, Grécia, Espanha e Reino Unido. A primeira também recebeu a mesma recomendação de Bruxelas.
22-05-2017
Correios de Portugal
Colocação produtos IGCP é o vector crescimento dos CTT - Caixa BI
 
De acordo com dados do Banco de Portugal, o montante líquido aplicado em Certificados de Poupança atingiu €218 mn em Abril de 2017, o que compara com uma média mensal de €290 mn no conjunto de 2016 e com €265 mn nos três primeiros meses de 2017.

A evolução manteve-se potenciada pela subscrição de Certificados Poupança Mais que atingiram €301 mn, ao passo que a subscrição de Certificados de Aforro foi negativa pelo quinto mês consecutivo atingindo €-83 mn, valores líquidos de resgates.

A colocação de produtos de Poupança & Seguros para os CTT gerou receitas de €9,6 mn (+42,7% em termos homólogos) no primeiro trimestre de 2017, o que representou cerca de 55% das receitas do segmento de Serviços Financeiros.

O Caixa BI tem uma recomendação de compra para os CTT, com um price target de €7,40.
22-05-2017
Espanha
Regresso de Sánchez à liderança dos socialistas penaliza bolsa espanhola
 
Espanha está com o pior desempenho hoje depois das primárias do PSOE ditarem o regresso de Pedro Sánchez à liderança dos socialistas em Espanha.

Este resultado poderá traduzir-se em problemas para o Mariano Rajoy, já que o ex-secretário-geral promete uma oposição mais dura ao governo minoritário do PP. Esta vitória de Sánchez sinaliza um aumento da hostilidade para bloquear a agenda de Rajoy.
22-05-2017
Petróleo
WTI em máximos de um mês com possíveis cortes de produção
 
A Opep e outros países produtores de petróleo estão em vias de concordar com uma ampliação dos cortes de oferta numa reunião na Quinta-feira, com a Arábia Saudita a dizer que a maior parte dos participantes concorda com o plano de conter o excesso de oferta global.

O ministro de Energia da Arábia Saudita disse no Domingo que a ampliação dos cortes de fornecimento por mais nove meses até Março e a adição de um ou dois pequenos produtores ao pacto deve reduzir os estoques para sua média de cinco anos.
22-05-2017
Japão
Exportações subiram pelo quinto mês consecutivo
 
Exportações Japão subiram pelo quinto mês consecutivo

A balança comercial relativa ao mês de Abril revelou que as exportações aumentaram pelo 5º mês consecutivo, tendo registado um acréscimo de 7,50% face ao mesmo mês de 2016, vs. 8% previsto pelos economistas. As importações cresceram 15,1%, tendo o superavit da balança comercial descido 41% relativamente ao ano passado.

As exportações subiram com as vendas de semicondutores e de aço a expandiram, sinalizando que uma procura mais forte no exterior poderia sustentar uma recuperação económica estável.
22-05-2017
Abertura de Mercados
Mercados positivos em dia de reunião do Eurogrupo
 
Os mercados europeus estão previstos abrirem positivos no dia que os ministros das Finanças da Zona Euro reúnem-se para debater um possível desembolso à Grécia. Hoje a Comissão Europeia também vai anunciar se Portugal sai ou não do Procedimento dos Défices Excessivos.

Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a subir 0,45% e as praças chinesas negociavam mistas.

As principais bolsas norte-americanas encerraram em alta com o efeito Trump a sobrepor a crise política no Brasil. O sector industrial registou o maior ganho com um salto de 1,36% enquanto o sector de energia subiu 1,24% com as acções de empresas petrolíferas impulsionadas pela subida do preço do petróleo com as expectativas crescentes de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros países produtores concordarão em uma reunião esta semana para estender os cortes de produção.

Dados Macroeconómicos:

• 00h01: Reino Unido - Preços das Casas (Maio)
• 00h50: Japão - Balança de Pagamentos (Abril)
• 13h30: EUA - Índice de Actividade Nacional da Fed Chicago (Abril)

Eventos:

• Eurogrupo: Encontro entre ministros das Finanças da Zona Euro
• Banco de Portugal divulga Financiamento das administrações públicas, Receitas e despesas do Estado e Estatísticas de endividamento do sector não financeiro (Março)
• Discursos de vários membros da Fed: Harker (15h00) e Kashkari (15h30)
• Sumol+Compal: Ex-dividendo (€0,085/acção)

Resultados:

• EUA - Agilent Technologies (21h00)

Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

• Vem aí uma nova vaga de aquisições na banca nacional (Negócios)
• Portugal deixa hoje défices excessivos (Negócios)
• Pilotos garantem 3% do capital da TAP na privatização (Negócios)
• Leilões online abrem guerra entre empresas e Governo (Negócios)
• "Venda do Novo Banco à Lone Star é inexplicável" - João Salgueiro (Negócios)
• "Crescimento de 2,8% do PIB não resolve problema nenhum" - João Salgueiro (Negócios)
• Parque Escolar recebeu o maior montante de fundos da UE (Público)
• O que Portugal vai ganhar se sair do défice excessivo (Público)
• Trump pede a países árabes que liderem luta contra terrorismo (Público)
• Primárias no PSOE devolvem liderança a Pedro Sánchez (Diário de Notícias)
19-05-2017
Agenda Semanal
22 a 26 Maio 2017
 
A semana será dominada pelas reuniões do Eurogrupo, G7, NATO e OPEP. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump inicia a sua primeira visita oficial à Arábia Saudita, Israel, Palestina, Cidade do Vaticano, Itália e Bélgica.

Estes são os principais eventos desta semana:

Segunda-feira, 22 de Maio 2017

• Eurogrupo: Encontro entre ministros das Finanças da Zona Euro
• Discursos de vários membros da Fed: Harker (15h00) e Kashkari (15h30)

Terça-feira, 23 de Maio 2017

• Ecofin: Encontro entre ministros das Finanças e da Economia da Zona Euro
• Zona Euro: PMI da Markit
• EUA: PMI da Markit
• Discursos de vários membros da Fed: Kashkari (14h00) e Harker (22h00)

Quarta-feira, 24 de Maio 2017

• NOS: Ex-dividendo (€0,20/acção)
• 01h00: Discurso de Kuroda do Banco do Japão
• Assembleias Gerais: Glintt, Mota-Engil e Navigator
• Discursos de vários membros do BCE: Praet (09h30) e Draghi (13h45)
• Decisão da taxa de juro do Banco do Canadá
• 15h30: Inventários do Petróleo
• 19h00: Minutas da Reunião da Fed
• 23h00: Discurso de Kaplan, membro da Fed

Quinta-feira, 25 de Maio 2017

• Novabase: Ex-dividendo (€0,15/acção)
• Reunião da OPEP para discutir níveis de produção de petróleo
• Encontro entre líderes da NATO em Bruxelas
• Assembleia Geral da Sempa, Luz Súde, Martifer
• 15h00: Discurso de Brainard, membro da Fed
• 18h00: Discurso de Constancio, membro do BCE

Sexta-feira, 26 de Maio 2017

• Início da Cimeira do G7
• Assembleias Gerais: Estoril Sol e Ibersol
• 03h00: Discurso de Bullard, membro da Fed
• 13h30: EUA: PIB (1º trimestre)
• 13h30: EUA: Encomendas de Bens Duráveis (Abril)
• Assembleia Geral da Estoril Sol, Ibersol e Pharol
• Resultados trimestrais da Glintt
19-05-2017
Banco Popular
Banco Santander contrata a Citi para comprar Banco Popular
 
O Conselho de Administração do Banco Santander nomeou Citi para ajudar a preparar a sua proposta formal para aquisição do Banco Popular que deverá apresentar no próximo dia 10 de Junho.
19-05-2017
Grécia
Parlamento aprova novas medidas de austeridade
 
O Parlamento da Grécia aprovou ontem um conjunto de novas medidas de austeridade e reformas económicas que o país deve implementar durante os próximos quatro anos para desbloquear o pagamento da ajuda internacional e cumprir as obrigações da dívida.

As medidas, que ultrapassam um valor de €4 mil mn, abrem caminho a que os ministros das Finanças da Zona Euro dêem luz verde ao pagamento dos fundos de resgate à Grécia, algo que deve acontecer na reunião de Segunda-feira. Na reunião do Eurogrupo devem também ser discutidas formas de reduzir a dívida da Grécia.
19-05-2017
Alemanha
Índice preços no produtor regista maior ganho homólogo desde 2011
 
O índice de preços no produtor da Alemanha registou o maior ganho homólogo em mais de cinco anos em Abril, com a subida dos preços dos metais a fazer subir os custos dos bens intermédios, disse o Destatis hoje.

O IPP subiu 3,4% face a Abril do ano passado acima do esperado pelos economistas de 3,2%, o que assinala o maior aumento desde Dezembro de 2011.
19-05-2017
Sonae SGPS
Lucro e volume de negócios do 1º trimestre acima do esperado
 
O lucro da Sonae SGPS caiu 72% para €8 mn nos primeiros três meses de 2017, acima do esperado pelos analistas de €4,3 mn. No período homólogo, a empresa obteve fortes ganhos "one off" de "sale & leaseback" de imóveis que justifica a queda significativa.

O volume de negócios consolidado cresceu 6% para €1.278 mn superando as previsões de €1.259,7 mn. O "underlying" EBITDA aumentou 12,7% para €49 mn, impulsionado pelo retalho e pela Sonae Financial Services. A margem de "underlying EBITDA" expandiu para 3,8% apesar de ter contraído no segmento alimentar.
19-05-2017
Abertura de Mercados
Mercados recuperam depois dos efeitos Tremer e Trump
 
Os mercados europeus estão previstos recuperarem depois dos ganhos em Wall Street e Ásia. Hoje teremos vários discursos de membros do BCE e FED que poderão dar algumas pistas em relação à política monetária dos bancos centrais.

Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a subir 0,19% e as praças chinesas negociavam em alta.

As principais bolsas norte-americanas encerraram em alta depois da maior queda dos últimos oito meses com os receios em torno de Donald Trump.

Dados Macroeconómicos:

• 07h00: Alemanha - Índice de Preços no Produtor (Abril)
• 09h00: Zona Euro - Balança de Transacções Correntes (Março)
• 09h30: Itália - Balança de Transacções Correntes (Março)
• 11h00: Reino Unido - Índice de Tendências Industriais Mensais CBI (Maio)
• 15h00: Zona Euro - Confiança dos Consumidores (Maio)

Eventos:

• Pagamento do dividendo ilíquido de €0,48/acção dos CTT e €0,15/acção da Toyota Caetano
• 14h00: Ministro das Finanças, Mário Centeno, na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa
• Banco de Portugal divulga Indicadores Coincidentes.
• Discursos dos seguintes membros do BCE: Dombrovskis (09h00), Praet (10h00) e Constancio (13h00) e Guersen (15h15)
• 14h15: Discurso de Bullard, membro da Fed
• 18h40: Discurso de Williams, membro da Fed
• Donald Trump inicia visita à Arábia Saudita, Israel, Palestina, Cidade do Vaticano, Itália e Bélgica

Resultados:

• Europa: Euronext
• EUA: Campbell Soup (AA), Deere & Co (AA), Foot Locker (11h45)

Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

• Efeito T: Como Trump e Temer estão a abalar as bolsas mundiais (Negócios)
• Uber parada há meses no Parlamento (Negócios)
• Bruxelas investiga compra da PT (Negócios)
• Empresas vão ter novos benefícios fiscais (Negócios)
• PCP e Bloco pressionam Costa com promessas por cumprir no OE (Público)
• Investigação a Temer lança Brasil em nova crise política (Público)
• Em três meses, Caixa captou 1100 milhões em depósitos (Público)
• Juízes chumbam acesso de secretas a metadados (Diário de Notícias)
• Brasil: Temer é suspeito de corrupção mas não renuncia à presidência (Jornal de Notícias)
18-05-2017
Brasil
Temer, presidente do Brasil, deverá dirigir-se à nação num discurso na TV
 
Michel Temer, presidente do Brasil, negou firmemente as alegações e disse aos parlamentares aliados numa reunião hoje que não seria afastado do cargo.

Ele cancelou a agenda do dia para assim reagir à crise e deverá dirigir-se à nação, num discurso na TV nacional dentro de horas, disseram os assessores.