INVEST IBÉRIA

O Fundo INVEST IBÉRIA tem como objectivo a valorização do capital investido a longo prazo através do investimento em acções em Portugal e Espanha. Até 14 de Dezembro, o Fundo designava-se por Alves Ribeiro – Médias Empresas Portugal, que tinha no mercado Português o seu universo de investimento.

SAIBA MAIS




Razões para Investir



INVESTIMENTO NAS MAIORES EMPRESAS IBÉRICAS

O mercado Ibérico tem 69 empresas com uma capitalização bolsista acima dos €1.000 Mn, que representam actualmente cerca de 43% do mercado bolsista Ibérico.

DIVERSIFICAÇÃO SECTORIAL E GEOGRÁFICA

Considerando a exposição destas empresas aos mercados internacionais, como por exemplo a América Latina e EUA.



RECUPERAÇÃO DAS ECONOMIAS PERIFÉRICAS

Com a continuação da compra de activos por parte do Banco Central Europeu até Dezembro de 2017, espera-se a manutenção das taxas de juro da Zona Euro em níveis historicamente baixos, assim como a depreciação do Euro face ao Dólar. Esta política deverá permitir a recuperação das economias da Zona Euro, em especial das economias periféricas, as mais afectadas durante a crise da dívida soberana. O FMI estima crescimentos para as economias Espanhola e Portuguesa para 2016 de 2,6% e 1,2%, respectivamente.

AVALIAÇÕES ATRACTIVAS

Os índices Ibéricos apresentam avaliações atractivas face ao índice Euro Stoxx-50: O IBEX-35 e o PSI-20 transaccionam com um Price Earnings para 2017 de 13,7x e 13,3x, ambos abaixo do índice EuroStoxx-50 que transacciona a 14,0x. O IBEX-35 e o PSI-20 transaccionam com um Price Earnings para 2017 de 13,7x e 13,3x, ambos abaixo do índice EuroStoxx-50 que transacciona a 14,0x.

EVOLUÇÃO DA UP DO FUNDO INVEST IBÉRIA

(anterior ALVES RIBEIRO - MÉDIAS EMPRESAS PORTUGAL)





Fonte: Banco Invest. A política de investimento do Fundo foi alterada com efeitos em 14-Dez-16

PORQUÊ ESPANHA?

Crescimento Económico: O FMI estima que a economia Espanhola cresça 3,2%, em 2016 e 2,3%, em 2017, o que compara com um crescimento económico da Zona Euro de 1,6% e 1,4%, respectivamente.

Avaliações Atractivas: O IBEX-35 transacciona com um Price Earnings (Forward 12 Meses) de 13,7x, bem abaixo da média histórica de 17,5x, e com um rácio de capital de 1,3x, abaixo dos 1,6x registados pelo índice Euro Stoxx-50.

Diversificação da carteira: As empresas do mercado espanhol têm um vasto horizonte geográfico, devido à sua grande exposição à América Latina, EUA e Oceânia. Além disso, o mercado espanhol tem na sua totalidade 57 empresas com um valor em bolsa superior a €1.000 Mn, que representam 43% do mercado. Este alargamento do horizonte geográfico e de capitalização bolsista permite a redução do risco específico da carteira.

PORQUÊ PORTUGAL?

Avaliações Atractivas: O PSI-20 transacciona com um Price Earnings de 13,3x, bem abaixo da média histórica de 21,5x, e com um rácio de capital de 1,2x.

Track-Record do Fundo: Desde o início do fundo até 14 de Dezembro de 2016, o Fundo ALVES RIBEIRO - MÉDIAS EMPRESAS PORTUGAL obteve uma outperformance de 45,2% face ao índice PSI-20, com menos risco que o índice nacional.

Recuperação económica: De acordo com o FMI, a economia portuguesa deverá terminar o ano de 2016 com um crescimento real de 1,4%. Portugal deverá assim continuar a sua recuperação económica, que tem ocorrido a um ritmo moderado, sobretudo quando considerada a severidade da contracção dos últimos anos (cerca de 7% entre o máximo de 2011 e o mínimo de 2013).