ACEDA AOS PRINCIPAIS MERCADOS EUROPEUS E AMERICANOS

EUROPA   Lisboa, Paris, Amesterdão, Bruxelas, Frankfurt, Madrid, Londres, Milão, Atenas, Dublin, Viena
ESTADOS UNIDOS   NYSE e NASDAQ

OFERTA ONLINE



Também disponível em

 Mais de 60 tipos de ordens, permitindo máxima eficiência na negociação

 Ferramentas de negociação avançadas

 Diversificação da carteira, com mais de 100 mercados financeiros

SAIBA MAIS

COMISSÕES MUITO ATRACTIVAS

Sem comissões de custódia de títulos

Sem comissões de manutenção de conta Euro

Comissões de transacção muito competitivas

VER PREÇÁRIO COMPLETO

OFERTA AMPLA DE ADR'S

Negoceie as principais empresas de países mundialmente relevantes.
Brasil, Rússia, Índia, China, Japão, México, Chile, Argentina, Austrália, Israel, Suíça.

SAIBA MAIS

FERRAMENTAS E RESEARCH

Inúmeras ferramentas de apoio à gestão da sua carteira de títulos

> Mapa de Valias online
> Simuladores diversos
> Research fundamental e técnico
> Learning Centre
> Blog
> Recomendações de Trading e de Investimento
> Alavancagem
> Formação
> Reporting especializado

O QUE SÃO ACÇÕES

As acções são valores mobiliários representativos do capital social em sociedades anónimas. Quando uma empresa está cotada, esses títulos têm um determinado valor, correspondente ao valor que o mercado dá à totalidade da empresa. Ter acções de uma sociedade significa ser accionista, o que confere ao investidor um conjunto de direitos sobre a sociedade. Estes direitos variam em função do número e da categoria de acções detidas.


SAIBA MAIS

RISCOS PARA O INVESTIDOR

O investimento em Acções tem alguns riscos associados que deverão ser ponderados e avaliados pelo investidor.

RISCO DE MERCADO
Risco de o valor de mercado de um activo ou de um conjunto de activos subjacentes ou de um indexante (nomeadamente, por flutuações em taxas de juro, taxas de câmbio, cotações de acções ou preços de mercadorias) variar e tal ter impacto na rendibilidade do activo.
RISCO DE CAPITAL
Risco de o montante a receber pelo investidor vir a ser inferior ao capital investido. Por capital investido entenda-se todos os desembolsos suportados pelo investidor, seja a título de preço, margens, custos ou outro tipo de encargos.
RISCO DE LIQUIDEZ
Risco de ter de esperar ou de incorrer em custos (designadamente por ter de vender a um preço inferior ao valor económico real) para transformar um dado instrumento financeiro em moeda.
RISCO CAMBIAL
Risco de impactos negativos na rendibilidade do activo, devido a movimentos adversos nas taxas de câmbio.
RISCO OPERACIONAL
Geralmente surge associado a erros humanos e tecnológicos, ou acidentes. Inclui fraude e procedimentos e controlos desadequados. Erros técnicos podem ser devidos a quebras de informação, processos de transacção, sistemas de liquidação, ou problemas ao nível das operações de back-office.

As transacções electrónicas são efectuadas por sistemas informáticos, vulneráveis a falhas que podem provocar temporariamente a inibição de negociação.