• Wall Street no vermelho com Apple a pesar mas Virgin Galactic voa
    Fonte: Banco Invest, Bloomberg
    US1802

    Estes são os principais destaques:

    • Virgin Galactic (SPCE): A empresa de transporte espacial pretende colocar 4 turistas em órbita em redor da Terra na cápsula Crew Dragon entre o final de 2021 e o meio de 2022.

    • Legg Mason (LM): A Franklin Resources pretende adquirir a Legg Mason por $50 por acção.

    • Advance Auto Parts (AAP): Lucros superam previsões e a empresa aumentou as suas previsões para as vendas de 2020 entre $9,88 mil mn a $10,10 mil mn vs. $9,93 mil mn estimados.

    - EPS: $1,64 vs. $1,35 Est.
    - Receitas: $2,11 mil mn vs. $2,12 mil mn Est.

    • Tesla (TSLA): A fabricante de veículos eléctricos recebeu novas revisões em alta:

    - Morgan Stanley passou o preço-alvo de $360 para $500. No entanto, o analista referiu que no seu cenário mais optimista as ações podem valer $1.200.

    - Bernstein elevou o preço de $325 para $730 por acção referindo que a procura do Modelo 3 da Tesla permaneceu saudável e que a margem bruta e as despesas operacionais podem ter tendências positivas.

    • Walmart (WMT): Resultados aquém das expectativas e previsões para as vendas de 2020 desapontam os analistas.

    - EPS: $1,38 vs. $1,43 Est.
    - Receitas: $141,7 mil mn vs. $142 mil mn Est.

    • Dell Technologies (DELL): A fabricante de PCs está perto de assinar a venda da sua unidade RSA Security a uma private equity por mais de $2 mil mn.

    • Apple (AAPL): A fabricante do iPhone anunciou que poderá não conseguir cumprir com o objectivo de vendas traçado para o trimestre que termina no final de Março, em resultado da quebra da produção do iPhone e da procura mais fraca na China em resultado da epidemia do coronavírus.

    • Medtronic (MDT): Resultado líquido supera previsões mas receitas desiludem.

    - EPS: $1,44 vs. $1,39 Est.
    - Receitas: $7,7 mil mn vs. $7,77 mil mn Est.
  • Coronavírus reduz expectativas de crescimento mundial
    Fonte: BoA
    economy
    Os receios de que o surto de coronavírus prejudique as perspectivas económicas da China levou a uma queda nas expectativas de crescimento global dos investidores, segundo a última sondagem mensal a gestores de fundos, realizada pelo Bank of America realizada de 6 a 13 de Fevereiro. 18% dos inquiridos prevê um crescimento mais forte nos próximos 12 meses, comparado com 36% na sondagem de Janeiro.

    A eleição presidencial dos Estados Unidos constitui o principal risco pelo segundo mês consecutivo com 26%. A coronavírus consta agora nos riscos, pela primeira vez, no terceiro lugar com 21%.

    risk

    O investimento em acções tecnológicas norte-americanas e acções de crescimento continua a ser a estratégia mais popular entre os gestores de fundos pela quarta vez consecutiva.

    crowded

    O risco assumido pelos inquiridos permanece em níveis elevados.

    risks
  • Mais consolidações à vista?
    Fonte: Thomson Reuters
    banks

    Hoje o Intesa Sanpaolo, maior banco italiano, lançou uma oferta pública de aquisição não solicitada sobre o seu rival Unione di Banche Italiane com o objectivo de criar o sétimo maior banco da Europa. 

    A concretizar-se, esta será uma das maiores operações de fusões e aquisições na banca europeia desde a crise financeira. Também poderá representar o pontapé de saída no movimento de consolidação no sector que muitos reclamam ser necessário.

    Os seguintes bancos são os possíveis candidatos: Deutsche Bank, Société Générale, BBVA, ING Group.
  • “Dividend yield” previsto do PSI-20 é de 3,9%
    Fonte: Negócios
    2

    b


    De acordo com a projecção dos analistas, a bolsa portuguesa vai distribuir um “dividend yield” de 3,9%.

    A papeleira Altri terá a rendibilidade mais elevada de 10,6%, segue-se a Sonae Capital, com um “dividend yield” previsto de 10,2% e depois a Navigator, com uma rendibilidade de 9,5%. 

    A EDP terá uma rendibilidade de 3,9% e um “payout” de 139%, o que significa que a eléctrica irá pagar mais aos accionistas do que o que obterá de lucros. Mas está longe de ser caso único: existem outras quatro empresas do PSI-20, incluindo Navigator, Nos, Altri e REN.
  • Índice ZEW das expectativas económicas aquém das previsões
    Fonte: Bloomberg
    zew

    O índice de expectativas económicas da Alemanha desceu de 26,7 pontos em Janeiro para 8,7 pontos em Fevereiro, segundo o instituto alemão ZEW. Este valor foi bem abaixo dos 21,5 pontos previstos pelos economistas. Já o índice das condições actuais medido pelo ZEW diminuiu de -9,5 pontos em Janeiro para -15,7 pontos em Fevereiro vs. -10 pontos estimados. 

    O índice ZEW de confiança dos investidores na Zona do Euro cai para 10,4, em Fevereiro de 25,6 no mês anterior.
     
    zew1

     "Os temidos efeitos negativos da epidemia de coronavírus na China no comércio mundial estão a causar um declínio considerável do indicador de sentimento económico para a Alemanha", disse o presidente do ZEW, Achim Wambach.
  • Resultados empresariais em foco com Galp a desiludir
    Fonte: Banco Invest, Bloomberg
    EUR1802

    Estes são os principais destaques:

    • UBI Banca (UBI IM)/Intesa Sanpaolo (ISP IM): O banco italiano, Intesa Sanpaolo lançou uma oferta sobre o Unione di Banche Italiane por €4,9 mil mn.

    • Galp Energia (GALP PL): A petrolífera anunciou que o seu lucro líquido ajustado teve uma subida homóloga de 44%, para €157 mn no 4.º trimestre de 2019, aquém das previsões dos analistas de €163,8 mn. O EBITDA ajustado aumentou 32% para €653 mn, também abaixo dos €666 mn previstos.

    • Dialog Semiconductor (DLG GY)/Infineon (IFX GY)/STMicroelectronics (STM FP): Os fornecedores da Apple estão a ser penalizados hoje devido ao alerta da Apple de que não vai atingir a meta trimestral de vendas, devido ao impacto do coronavírus na procura e oferta global.

    • BHP Billiton (BHP LN): A petrolífera apresentou um EBITDA semestral de $12,08 mil mn, acima dos $11,70 mil mn previstos pelos analistas. As receitas foram $22,29 mil mn. A BHP antecipa um crescimento entre os 3% e 3,5%.

    • Glencore (GLEN LN): A empresa apresentou um EBIT anual de $4,15 mil min acima dos $4,07 mil mn previstos. No entanto, obteve um prejuízo líquido devido a imparidades de $2,8 mil mn.

    • HSBC (HSBA LN): O maior banco europeu apresentou um lucro trimestral antes de imposto de $4,3 mil mn vs. $3,9 mil mn estimado mas o resultado líquido desaponta devido a imparidades. O HSBC anunciou que vai suspender da recompra de acções próprias em 2020 e 2021.
  • Mercados europeus no vermelho com alerta da Apple e HSBC
    Fonte: Banco Invest, Bloomberg
    180220

    As bolsas europeias abriram no vermelho com o sector tecnológico afectado devido ao alerta da Apple ontem, em que estima que as metas de receitas apresentadas a 28 de Janeiro, não serão cumpridas devido ao impacto da epidemia do coronavírus Covid-19. O sector bancário também está ser afectado pelos resultados decepcionantes do HSBC, depois de ter registar uma imparidade de $7,3 mil mn devido aos protestos de Hong Kong e ao coronavirus.

    Hoje também aguarda-se a divulgação do sentimento económico da Alemanha e da Zona Euro medido pelo instituto alemão ZEW. 

    Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a cair 1,40% e as praças chinesas encerraram mistas depois do banco central da China ter cortado a taxa de juro dos empréstimos de médio prazo com vista à redução do choque económico causado pelo coronavírus.

    As bolsas norte-americanas estivaram fechadas ontem devido a feriado "Presidents' Day".

    Dados Macroeconómicos:

     07h00: Registos de Carros Novos (Jan)

     09h30: Desemprego (Dez)

     10h00: Índice ZEW Expectativas (Fev)

     10h00: Índice ZEW Expectativas (Fev)

     15h00: Índice do Mercado Imobiliário NAHB (Fev)

     23h50: Balança Comercial (Jan)


    Eventos:

     Reunião Ecofin, em Bruxelas

     "Capital Markets Day" da Galp

     13h45: Discurso de Panetta, membro do BCE

     15h00: Debate com o Primeiro-Ministro, no Parlamento


    Resultados Empresariais:

     Galp Energia (AA)

     InterContinental Hotels (07h00), HSBC Holdings, Enagas (AA), ACS (DF)

     Allegion (AA), Advanced Auto Parts (AA), Walmart (11h00), Medtronic (11h45), Devon Energy (DF), Agilent Technologies (DF)


    Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

     Cotadas do PSI-20 vão pagar mais dividendos

     Novo Banco limpou 70% dos activos do BES mau

     Alstom paga até 6,2 mil milhões pela Bombardier

     Engie reforça investimento no autoconsumo

      Partidos da esquerda juntam-se para atacar comissões na banca

     EUA prometem ajudar Angola a reaver capitais desviados

     Consumo, carro e cartões. Portugueses pediram 20,8 milhões de euros por dia

      Maioria das multas aplicadas a banqueiros fica por pagar

     Lucros da Galp descem 21% para 560 milhões em 2019

     Escândalo que abala França envolve português

     Esquerda junta-se para travar comissões da banca no MB Way

  • Apresentação de Resultados amanhã
    Fonte: Galp Energia
    galp

    Amanhã, a Galp Energia apresenta o seu "Capital Markets Day" e Resultados do 4º Trimestre de 2019, antes da abertura da bolsa portuguesa.

    Estes são os destaques a considerar:

    - A desvalorização dos preços do petróleo pode levar à descida das margens de refinação da Galp. No quarto trimestre, a sua produção de petróleo cresceu 21%, mas as margens de refinação diminuíram 24% num período em que o Brent desvalorizou cerca de 8%.

    - A deterioração da economia do Brasil, e consequentemente da moeda pode ter um grande impacto na produção e vendas da Galp tendo em conta a forte presença da empresa neste país.

    - A Galp Energia tem apostado forte na área das renováveis. O objectivo da empresa é alocar mais de 40% do investimento anual previsto até 2022 para oportunidades relacionadas com a transição energética. 

    Os analistas esperam um resultado líquido de €152 mn no 4.º trimestre.
  • Dividendos quebram recordes
    Fonte: Janus Henderson
    dividends
    As bolsas mundiais atingem máximos recorde quase diariamente mas não são as únicas a quebrar recordes. A distribuição de dividendos também quebrou recordes em 2019.

    Os dividendos subiram a nível mundial para um novo recorde de 1,43 biliões de dólares em 2019 e devem atingir um novo pico de 1,48 biliões de dólares este ano, proporcionando o quinto ano consecutivo de um pagamento recorde aos investidores, de acordo com Janus Henderson Investors.

    Em 2019, a Royal Dutch Shell foi a empresa que mais dividendos distribuiu, pelo quarto ano consecutivo, seguido pela AT&T e Exxon Mobil. A Apple ficou em 4.º lugar, descendo do segundo lugar em 2018. As mineiras BHP Billiton e Rio Tinto ficaram no 5.º e 6.º lugar, seguido pelos bancos China Construction Bank, JP Morgan Chase e HSBC. Só estas dez empresas pagaram $128,7 mil mn em dividendos, que corresponde a 9% do total.
  • Banca europeia supera expectativas dos analistas
    Fonte: UBS
    banks
    A época de resultados das empresas europeias ainda vai a meio. No entanto, 80% do bancos europeus já apresentaram as suas contas.

    Segundo o UBS, o sector bancário apresentou um dos seus melhores trimestres. Só o sector dos semicondutores é que ficou à frente desse sector.

    banks
  • Euro perto de mínimo de três anos impulsiona índices europeus
    Fonte: Bloomberg
    euro

    O Euro depreciou hoje para um mínimo de $1,0821 com o possível abrandamento do crescimento da economia da Zona Euro. Os investidores aguardam a divulgação do índice ZEW das expectativas na Alemanha, previsto para amanhã, e o índice PMI do sector industrial na Sexta-feira para obterem mais algumas pistas sobre o estado da economia da Zona Euro.

    Por outro lado, a fraqueza da moeda única tem sido o catalisador para os ganhos das acções das empresas exportadoras na Zona Euro. As acções do índice Euro Stoxx 50 têm variado inversamente com o Euro desde Setembro 2017.
  • Qual o melhor dia da semana para as acções?
    Fonte: Bespoke
    friday

    As Sextas-feiras têm sido péssimas para as acções este ano mas pelo menos temos as Segundas-feiras!

    De facto, das sete Sextas-feiras até agora em 2020, o índice S&P 500 desvalorizou seis das vezes. A única excepção foi a sexta-feira no final de semana do feriado "Martin Luther King Day" no dia 17 de Janeiro. 

    O final da semana tem gerado algum nervosismo por parte dos investidores em aumentar a sua exposição a acções, por mais de 65 horas, com os mercados fechados e sem saber que notícias poderão ser publicadas no fim-de-semana.

    Por outro lado, as Segundas-feiras foram o melhor dia da semana, com um ganho médio de 0,70% e ganhos 80% das vezes.
  • 5 razões para ser "bullish" - JPMorgan
    Fonte: JPMorgan
    jpm

    O índice Stoxx 600 atingiu hoje um novo máximo histórico, acima do nível dos 400 pontos, tendo falhado 4 vezes no passado o mesmo nível, em 2000, em 2007, em 2015 e em 2018.

    Segundo o JP Morgan, estas são as 5 razões para ser "bullish":

    1. Em cada uma das quatro últimas tentativas fracassadas, os índices PMIs estavam em níveis mais elevados mas certamente não é esse o caso desta vez, com os índices PMIs em níveis relativamente moderados;

    2. A amplitude do "breakout" poderá aumentar facilmente. Dos 16 países que compõem o índice europeu, apenas 4 atingiram novos máximos este ano. Logo, existe alguma margem para os outros países também valorizarem;

    3. Os resultados das empresas do índice SXXP foram moderados mas em relação ao mundo ainda estão mais de 30% abaixo dos máximos do ciclo passado;

    4. A distribuição de dividendos pelas empresas do índice Stoxx 600 está em novos máximos;

    5. A avaliação do índice Stoxx 600 parece atraente agora, com o múltiplo P/E, 13% aquém do índice mundial.
  • Reduzida liquidez nas bolsas com mercados norte-americanos encerrados
    Fonte: Banco Invest, Bloomberg
    170220

    A liquidez das bolsas mundiais será mais reduzida hoje, tendo em conta que a Bolsa de Valores de Nova Iorque está encerrada hoje, devido ao feriado "Presidents' Day" que assinala o nascimento de George Washington.  

    Na Ásia, o índice Nikkei 225 fechou a cair 0,69% depois do Japão ter anunciou hoje a pior queda em cinco anos no Produto Interno Bruto, no quarto trimestre de 2019, pressionado pelo aumento dos impostos sobre o consumo e quando enfrenta a ameaça do novo coronavírus. O Japão é actualmente o segundo país com mais casos, a seguir à China.

    Por outro lado, as praças chinesas valorizaram devido a um abrandamento no número de novas infecções provocadas pela coronavírus, que já provocou 1.775 mortes. 

    Os principais índices norte-americanos encerraram mistos, apesar da confiança dos consumidores estar em níveis máximos de 15 anos. O destaque foi para as acções da Nvidia que atingiram máximos recorde após a empresa ter reportado resultados acima do esperado pelos analistas. Todos os principais índices acumularam um saldo positivo na semana. As bolsas norte-americanas concluíram a segunda semana consecutiva de ganhos.

    Dados Macroeconómicos:

     00h01: Preços das Casas Rightmove (Fev)

     01h30: Preços das Casas Novas (Jan)

     04h30: Produção Industrial (Dez)

     
    Eventos:

     Reunião do Eurogrupo, em Bruxelas

     Bolsa de Valores de Nova Iorque encerrada devido ao feriado "Presidents' Day"

     14h00: Discurso de Lane, membro do BCE


    Resultados Empresariais:

     Deutsche Boerse, Faurecia (AA), ICADE (AA), BHP Group (21h30)

     Flowserve Corp (21h00)


    Estes são os principais destaques da imprensa hoje:

     Região de Lisboa lança concurso de 1,2 mil milhões para transportes

     Despesa com pessoal do Estado cresceu 3,5% em Janeiro

     Portugueses apostam por dia 9,5 milhões em jogo online

     Rendas vão ter IRS progressivo

     Isabel dos Santos já ganhou perto de 500 milhões em Portugal

     Benefícios fiscais que caducavam em 2019 prolongados por um ano

     Alojamento local cresce cinco vezes mais do que a hotelaria

     Habitação: Portugal é o país com menos casas novas na Europa

     Piratas desviam um milhão de contas bancárias

      Empresas de Isabel dos Santos na Madeira ameaçadas de fecho

  • 17 a 21 de Fevereiro 2020
    residentsday

    A próxima semana terá menos liquidez, tendo em conta que as bolsas norte-americanas estarão encerradas na Segunda-feira, devido ao feriado dos Estados Unidos "Presidents' Day"  em homenagem a George Washington.

    As minutas da reunião de política monetária da Reserva Federal serão reveladas no dia 19 e do Banco Central Europeu no dia 20.

    Estes são os principais eventos:

    Segunda-feira, 17 de Fevereiro 2020

    • Bolsa de valores de Nova Iorque encerrada devido ao feriado "Presidents' Day"
    • 14h00: Discurso de Lane, membro do BCE
    • Resultados Empresariais Europa: Deutsche Boerse, Faurecia (AA), BHP Group (21h30) 

    Terça-feira, 18 de Fevereiro 2020

    • 09h30: Desemprego Reino Unido (Dez)
    • 10h00: Índice ZEW Expectativas Zona Euro (Fev)
    • 23h50. Balança Comercial Japão (Jan)
    • Resultados Empresariais Portugal: Galp Energia (AA)
    • Resultados Empresariais Europa: InterContinental Hotels (07h00), HSBC Holdings, Enagas (AA), ACS (DF)
    • Resultados Empresariais EUA: Allegion (AA), Advanced Auto Parts (AA), Walmart (11h00), Medtronic (11h45), Devon Energy (DF), Agilent Technologies (DF)

    Quarta-feira, 19 de Fevereiro 2020

    • 09h30: Inflação Reino Unido (Jan) 
    • 13h30: Licenças de Construção EUA (Jan)
    • 13h30: Índice de Preços ao Produtor EUA (Jan)
    • 19h00: Minutas da reunião da Reserva Federal
    • Discursos de vários membros da Fed: Bostic (13h10), Mester (13h30), Kashkari (16h45), Kaplan (18h30) e Barkin (21h30)
    • Resultados Empresariais Europa: Deutsche Telekom (06h00), Ageas (06h30), Puma (09h00)
    • Resultados Empresariais EUA: Garmin (AA), Mosaic (21h00)

    Quinta-feira, 20 de Fevereiro 2020

    • 07h45: Inflação França (Jan)
    • 09h30: Vendas a Retalho Reino Unido (Jan)
    • 10h30: Discurso do vice-presidente do BCE, Guindos
    • 12h30: Minutas da reunião do BCE
    • 13h30: Pedidos de subsídio de Desemprego EUA
    • 16h00: Reservas de Crude EUA
    • 18h20: Discurso de Barkin, membro da Fed
    • Resultados Empresariais Portugal: EDP, EDP Renováveis, BCP (DF), Jerónimo Martins, Novabase (DF)
    • Resultados Empresariais Europa: AXA (06h00), Swiss Re (06h00), Air France-KLM (06h15), Bouygues (06h30), Telefonica (06h30), Lloyds banking (07h00), Repsol (AA), Valeo (DF)
    • Resultados Empresariais EUA: ViacomCBS (AA), Hormel Foods (AA)

    Sexta-feira, 21 de Fevereiro 2020

    • Índice PMI Industrial (Fev): Japão (00h30), França (08h15), Alemanha (08h30), Zona Euro (09h00), Reino Unido (09h30) e EUA (14h45)
    • 10h00: Inflação Zona Euro (Jan)
    • 15h00: Vendas de Casas Usadas EUA (Jan)
    • Dicursos de vários membros da Fed: Kaplan (14h35), brainard e Bostic (15h15)
    • Resultados Empresariais Portugal: Sonae Capital
    • Resultados Empresariais Europa: Allianz (06h00)
    • Resultados Empresariais EUA: Deere & Co (AA)

    Para consultar a agenda semanal, aceda ao link abaixo: 

    Agenda Semanal - 17 a 21 de Fevereiro 2020

    Para consultar os resultados empresariais, aceda ao link abaixo: 

    Europa - 17 a 21 de Fevereiro 2020

    EUA - 17 a 21 de Fevereiro 2020
  • Wall Street na linha de água em véspera de feriado
    Fonte: Banco Invest, Bloomberg
    US1402

    Estes são os principais destaques:

    • Nvidia (NVDA): A fabricante de semicondutores bateu as estimativas mas cortou as previsões para o 1.º trimestre de 2021 em $100 mn devido ao potencial impacto do coronavírus.

    - EPS: $1,89 vs. $1,70 Est.
    - Receitas: $3,11 mil mn vs. $2,96 mil mn Est.
    - Margem bruta: 65,4% vs. 64,5% Est.

    • Beyond Meat (BYND): Bernstein subiu o preço-alvo de $106 par $117 por acção com uma recomendação de "market perform".

    • Roku (ROKU): As projecções de receitas superaram as estimativas dos analistas.

    • Tesla (TSLA): A empresa fez uma oferta secundária de 2,65 milhões de acções ao preço de $767 para angariar $2 mil mn.

    • eBay (EBAY): A empresa terminou a sua venda da StubHub e expandiu o seu programa de recompra de acções para 2020 em $3 mil mn. A eBay reviu em alta o seu "guidance" para 2020.

    • Amazon (AMZN)/Microsoft (MSFT): O Juiz federal bloqueou temporariamente a Microsoft de trabalhar no contrato de "cloud" acordado com o Pentágono, avaliado em $10 mil mn, depois da Amazon pedir o atraso do mesmo.

    • Royal Caribbean (RCL): A empresa cancelou 18 cruzeiros devido ao coronavírus, e revela cortes nos resultados.

    • Mattel (MAT): Lucros superam as expectativas devido ao corte de custos, no entanto, as receitas desiludem.

    - EPS: $0,11 vs. $0,03 Est.
    - Receitas: $1,47 mil mn vs. $1,50 mil mn Est.
    - Margem bruta: 48,9% vs. 46,2% Est.
  • 7 gráficos para amar
    Fonte: Macro Hive
    1) Probabilidade de uma recessão continua reduzida

    Quando a curva de rendimentos dos títulos de dívida dos Estados Unidos inverteu no ano passado, assistiu-se a um pânico entre os investidores de que uma recessão estava iminente. No entanto, a maioria dos modelos atribuem agora uma probabilidade de entre 25% e 30% de uma recessão nos EUA.

    1

    2) Acções norte-americanas não estão nos extremas de avaliação

    O indicador de avaliação de Warren Buffett compara os preços das acções em relação ao PIB dos Estados Unidos como um sinal para avaliar as acções. No entanto, dado que muitas empresas americanas são mundiais, talvez faça mais sentido comparar as acções americanas com o PIB mundial. Quando fazemos isso, as avaliações não parecem tão extremas como no início dos anos 2000 ou na década de 1960.

    2

    3) Euro até é uma coisa boa

    Sondagens recentes indicam que 76% dos europeus acham que o Euro é algo beneficio para a União Europeia.

    3

    4) Todos amam a Merkel


    Merkel e Macron são os líderes mais confiáveis para fazer a coisa certa. Trump está em quarto lugar, logo a seguir a Putin .

    4
    5) A China reduziu drasticamente as suas emissões de CO2

    A ascensão da China veio com um aumento da sua poluição. No entanto, há boas notícias: após um aumento nas emissões de CO2 nos anos 2000, o crescimento das emissões diminuiu acentuadamente nos últimos anos.
    5

    6) Os idosos do Japão gostam de trabalhar

    Um país com uma população envelhecida precisa de todo o apoio possível para manter a sua oferta de trabalhadores. Felizmente, a taxa de desemprego entre as pessoas com mais de 65 anos, é a mais baixa entre todas as faixas etárias no Japão e menos do que outros países como os Estados Unidos.
     
    6

    (7) Namoro online leva ao casamento

    Como hoje é o dia dos Namorados, partilho uma sondagem que confirma que uma proporção significativa de encontros online encontram amor nas plataformas.
    7
  • PIB abranda mas emprego supera no 4.º trimestre
    Fonte: Eurostat
    gdp
    O Eurostat revelou que a economia da Zona Euro desceu 0,1% em relação ao trimestre anterior, no período de Outubro a Dezembro, para um ganho de 0,9% em relação ao ano anterior.
    emprego
    O emprego na Zona Euro aumentou 0,3% em relação ao trimestre anterior nos últimos três meses de 2019, obtendo um ganho de 1,0% em relação ao ano anterior.

    trade
    A Zona Euro registou, em 2019, um excedente €225,7 mil mn no seu comércio externo de bens, valor que compara com €194,6 mil mn registados no ano anterior. As exportações da Zona Euro para o resto do mundo subiram 2,7% enquanto as importações de fora para a área do Euro aumentaram 1,5%.
  • Europa vs. EUA
    Fonte: JPM
    eu
    58% das empresas do índice Stoxx 600 superaram as previsões dos lucros dos analistas.

    us

    74% das empresas do índice S&P 500 apresentaram lucros acima das estimativas dos analistas.
  • Resultados da EDF superam expectativas
    Fonte: Banco Invest, Bloomberg
    EUR1402

    Estes são os principais destaques:

    • EDF (EDF FP): A eléctrica francesa apresentou um resultado líquido anual por acção de €0,48 superando as previsões dos analistas de €0,33. O EBITDA foi de €16,71 mil mn acima dos €16,3 mil mn esperados. A EDF espera um crescimento em 2020 e elevou a sua meta de EBITDA para €17,75 mi mn em 2020.

    • Renault (RNO FP): A fabricante de automóveis divulgou um lucro operacional anual de €2,11 mil mn, muito aquém dos €2,65 mil mn previstos pelos analistas. As receitas foram €55,54 mil mn acima dos €55,35 mil mn esperados. A Renault cortou o dividendo de €3,55 para €1,10 por acção. 

    • AstraZeneca (AZN LN): A farmacêutica inglesa reportou um lucro anual por acção de $3,50 aquém dos $3,60 esperados devido à  difusão do vírus na China. As vendas ascenderam aos $6,66 mil mn também abaixo dos $6,73 mil mn previstos

    • Semapa (SEM PL): A empresa apresentou uma queda de 30,4% no lucro trimestral para €12 mn, aquém dos €13 previstos pela CaixaBank BPI. O volume de negócios foi de €545,7 mn vs. €555 mn estimados e o EBITDA de €94,8 mn vs. €120 mn esperados.

    • Crédit Agricole (ACA FP): O banco francês apresentou um resultado líquido no 4.º trimestre de €1,66 mil mn acima dos €1,46 mil mn esperados. A sua receita cresceu 5,5% em relação ao ano passado para €5,12 mil mn. 

    • Royal Bank of Scotland (RBS LN): O banco britânico apresentou um lucro antes de imposto de £1,55 mil mn acima dos £1,16 mil mn esperado. O seu rácio tier 1 ficou nos 16,2% quando o esperado era 15,4%. 

  • Economia portuguesa acelera no 4.º trimestre
    Fonte: INE
    pib

    O Produto Interno Bruto de Portugal, em termos homólogos, aumentou 2,2% em volume no 4.º trimestre de 2019 (mais 0,3 pontos percentuais que a taxa do trimestre anterior). 

    No ano de 2019, o PIB aumentou 2,0% em volume, menos 0,4 pontos percentuais que o observado no ano anterior. Esta evolução resultou do contributo positivo menos intenso da procura interna, reflectindo o abrandamento do consumo privado. 

     O Governo, que visa o primeiro excedente orçamental em 45 anos de 0,2% do PIB em 2020, prevê um crescimento de 1,9%, idêntico ao de 2019. Este crescimento é claramente superior ao da Zona Euro, que o Banco Central Europeu estima em 1,1%.