Invest Blog

Invest Focus

Acompanhe os destaques e principais tendências do dia que influenciam as bolsas em todo o mundo

Europa
Banca espanhola dispara com decisão do Supremo Tribunal
07-11-2018
Fonte: Banco Invest
EUR0711
Estes são os principais destaques:

• Ahold Delhaize (AD NA): A retalhista alimentar holandesa divulgou um resultado líquido no 3.º trimestre de €459 mn, superando as previsões dos analistas de €418 mn. As receitas líquidas totais ascenderam a €15,8 mil mn, acima dos €15,51 mil mn esperados. A margem operacional foi de 4,1%, superior aos 4% estimados. A empresa reviu em alta a perspectiva de Free Cash Flow para o final do ano para, pelo menos, €2 mil mn.

• Banca Espanhola: O Supremo Tribunal espanhol decretou que os encargos relacionados com o imposto de selo nos créditos hipotecários terão de ser suportados pelos clientes e não pelos bancos.

• Corticeira Amorim (COR PL): A empresa apresentou um resultado líquido de €58,6 mn, um aumento de 4% face aos €56,4 mn no período homólogo. As vendas aumentaram 9,8% para €583,8 mn e o EBITDA cresceu 2,9% para €108,4 mn. A empresa convocou uma Assembleia Geral extraordinária para aprovar o pagamento de um dividendo extraordinário através da distribuição de reservas de €11,3 mn. Se for aprovada, os accionistas vão receber um dividendo extraordinário de 8,5 cêntimos por cada acção.

• Veolia Environment (VIE FP): A empresa apresentou um resultado líquido nos 9 meses de 2018 para €457,4 mn vs €396 mn no período homólogo. As receitas cresceram 6% para €18,76 mil mn, com o EBITDA a crescer 6,9% para €2,42 mil mn e o EBIT a aumentar 9,8% para €1,1 mil mn. A empresa reiterou os objectivos para 2018 e 2019.

• EDP Renováveis (EDPR PL): A empresa obteve lucros de €115,2 mn, o que representa uma quebra de 30% face ao resultado líquido de €165,5 mn alcançado no período homólogo. O EBITDA caiu 12% para €869,4 mn. As receitas desceram 8% para €1,24 mn.

• ABN AMRO (ABN NA): O banco holandês divulgou um resultado trimestral de €698 mn superando os €579,1 mn esperados pelos analistas. O produto bancário ascendeu a €2,32 mil mn também acima do previsto de €2,17 mil mn. No entanto, a margem financeira foi €1,62 mil mn, ligeiramente aquém do esperado de €1,63 mil mn

• Crédit Agricole (ACA FP): A instituição financeira francesa apresentou um resultado líquido de €1,1 mil mn, ligeiramente acima do esperado pelos analistas de €1,08 mil mn. O produto bancário subiu 5%, numa base homóloga, para atingir €4,8 mil mn abaixo dos €4,85 mil milhões esperados. O rácio de capital CET1 fully loaded foi incrementado em 11 pontos base para 11,5%. O CEO confirmou os objectivos para 2019.

• BMW (BMW GY): O fabricante de automóveis alemão apresentou um EBIT no 3º trimestre de €1,75 mil mn aquém dos €1,91 mil mn esperados pelos analistas. As vendas foram €24,74 mil mn superando so €23,59 mil mn previstos.

• Adidas (ADS GY): A empresa alemã apresentou um crescimento de 3% nas suas receitas para €5,87 mil mn no 3º trimestre aquém dos €5,91 mil mn esperados pelos analistas. A margem operacional foi €901 mn acima dos €869,1 mn previstos. A Adidas reviu em baixa a estimativa de crescimento de receitas anuais de 10% para 8 a 9%, revendo em alta as projecções para a margem bruta, a margem operacional e o resultado líquido.

• Amadeus (AMS SM): A tecnológica espanhola apresentou um resultado líquido nos 9 meses de 2018 de €886,6 mn comparado com €846,7 mn no período homólogo. O EBITDA foi de €1,59 mil mn vs. €1,47 mil mn homólogos.

ACESSO INVEST ONLINE

DOCUMENTO PARA VALIDAÇÃO

POSIÇÕES DO NÚMERO DO DOCUMENTO

 
 
Este site utiliza cookies para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. SABER MAIS Concordo