INVEST TRENDSGREEN DEAL

Invista em empresas que promovem a neutralidade climática,
potenciando os ganhos futuros da sua carteira


As emissões de carbono mais do que triplicaram nos últimos 50 anos, a nível global. Maiores concentrações de CO2 são geralmente associadas às alterações climáticas e ao aquecimento global.

Os fundos de investimento do Invest Trend Green Deal são constituídos por empresas que procuram atingir a neutralidade climática, impulsionando o uso eficiente dos recursos, reduzindo a poluição e restaurando a biodiversidade. 



  • COMPOSIÇÃO
  • GRÁFICO
  • Green Deal As emissões de carbono mais do que triplicaram nos últimos 50 anos, a nível global. Maiores concentrações de CO2 são geralmente associadas às alterações climáticas e ao aquecimento global. Para contrariar esta tendência, vários países, com destaque para a União Europeia e o seu “Green Deal”, afirmam o objectivo de atingir a neutralidade climática, impulsionando o uso eficiente dos recursos, reduzindo a poluição e restaurando a biodiversidade. A neutralidade climática exige acções em vários sectores da economia, desde a produção de energias alternativas (Clean Energy) à renovação dos edifícios e mobilidade nas cidades (SmartCities, Infraestruturas), passando pela agricultura e alimentação mais sustentável (Nutrition). Neste sentido, os estímulos já anunciados, nomeadamente pela União Europeia, irão potenciar os investimentos e os resultados das empresas associadas a estes sectores.
    Fundo Cotação Alocação Rend. Anualizada
    1 ANO
    Rating
    MorningStar
    Risco 1 ano Moeda Gráfico
    Allianz Global Sustainability 23,1000 28,00% -9,20 EUR area_chart
    Pictet SmartCity R EUR 172,6900 10,00% -18,04 EUR area_chart
    Pictet Nutrition R EUR 229,1000 17,00% -11,77 EUR area_chart
    Schroder Global Climate Change Equity 25,1124 35,00% -13,70 EUR area_chart
    Nordea Global Listed Infrastructure EUR 11,5005 10,00% 5,31 EUR area_chart
O objectivo climático da Europa para 2050 deverá perturbar e transformar uma série de indústrias, cada uma representando oportunidades de investimento ricas e diversificadas.
 

PORQUÊ INVESTIR?




MOBILIDADE

Cerca de 80% da energia dos transportes precisa de ser convertida para electricidade de forma a cumprir os objectivos de emissões. O BNEF espera que 57% de todas as vendas de veículos de passageiros sejam eléctricas a nível global até 2040, contra apenas 3% em 2019.

Esta evolução irá provavelmente impulsionar os investimentos não só para os fabricantes de veículos elétricos (EV), mas, mais significativamente, para apoiar tecnologias como baterias e semicondutores de energia, bem como redes mais inteligentes e infraestruturas de carregamento. 1


ENERGIAS RENOVÁVEIS

A forma como geramos energia está a transformar-se à medida que um número crescente de geradores e distribuidores de energia europeus aumentam a sua produção de energia renovável com planos de expansão agressivos.

O plano europeu pretende aumentar a percentagem de energias renováveis na produção de energia dos 20% actuais para os 85% até 2050., com foco para as energias eólica e solar. 1


CIDADES SUSTENTÁVEIS

Edifícios mais eficientes ajudam-nos a combater as alterações climáticas e a melhorar o nosso dia-a-dia.

A Comissão Europeia decidiu lançar a iniciativa Vaga de Renovação para melhorar o desempenho energético dos edifícios em toda a UE. O objectivo é duplicar as taxas de renovação até 2030 e garantir que estas conduzem a uma maior eficiência energética e a uma melhor utilização dos recursos. Assim, até 2030, poderão ser renovados 35 milhões de edifícios e criados até 160 000 novos postos de trabalho verdes no sector da construção2

1Fonte: PICTET ASSET MANAGEMENT, 2022
2 Fonte: União Europeia (European Climate Pact 2022)

A neutralidade climática exige acções em vários sectores da economia, desde a produção de energias alternativas à renovação dos edifícios e mobilidade nas cidades, passando pela agricultura e alimentação mais sustentável. Neste sentido, os estímulos já anunciados, nomeadamente pela União Europeia, irão potenciar os investimentos e os resultados das empresas associadas a estes sectores.
DISCLAIMER

O valor do capital investido em organismos de investimento colectivo pode flutuar, em função da avaliação dos activos que integram o seu património, e mesmo não permitir recuperar o montante inicialmente investido. Alterações das taxas de câmbio entre divisas podem afectar o valor do investimento. As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituindo garantia de rendibilidade futura. As rendibilidades apresentadas não incluem qualquer comissão de subscrição ou de resgate e estão líquidas de todas as comissões inerentes a organismos de investimento colectivo. As rendibilidades divulgadas para prazos superiores a 1 ano só seriam obtidas caso o investimento tivesse sido feito durante a totalidade do período de referência. Às rendibilidades obtidas será retido na fonte, à taxa em vigor, o imposto sobre os rendimentos obtidos aquando do resgate. Os prospectos e os documentos com informações fundamentais destinadas aos investidores estão disponíveis em www.bancoinvest.pt para consulta em suporte duradouro, ou nos balcões do Banco Invest, S.A., para consulta em papel.


Para o cálculo das rendibilidades são usadas as seguintes datas:

  • - Data final: data da última cotação, de acordo com o indicado;
  • - Data inicial:
    • - 3 Meses: mesma data, há três meses;
    • - Ano Corrente: 31 de Dezembro do ano anterior, ou dia útil imediatamente anterior;
    • - 1 Ano: mesma data, no último ano;
    • - 3 Anos: mesma data, há três anos;
    • - 5 Anos: mesma data, há cinco anos;

Para rendibilidades referentes a anos civis inteiros (2017, por exemplo), será usada como data final o dia 31 de Dezembro desse ano e como data inicial o dia 31 de Dezembro do ano anterior. No caso de a data indicada não corresponder a um dia útil, será utilizado o dia útil imediatamente anterior.


O Banco Invest recebe da Sociedade Gestora uma percentagem da comissão de gestão dos organismos de investimento colectivo (e/ou de distribuição, quando aplicável), de forma a suportar os serviços prestados aos seus clientes, designadamente:

  • - Disponibilização de ferramentas online que permitem a pesquisa, análise e comparação de organismos de investimento colectivo;
  • - Custos de transacção, liquidação e custódia das unidades de participação/acções dos organismos de investimento colectivo;
  • - Divulgação de informação sobre eventos relativos aos organismos de investimento colectivo (dividendos, conversões, fusões, aquisições e liquidações);
  • - Divulgação e actualização das cotações diárias e das rendibilidades dos organismos de investimento colectivo;
  • - Custos inerentes à actividade geral de distribuição dos organismos de investimento colectivo (recursos humanos, infra-estruturas, tecnologia, fornecedores, documentação legal, taxas de supervisão, etc).

O seu consentimento para o tratamento de dados pessoais pode ser retirado a qualquer momento, através de comunicação escrita para dpo@bancoinvest.pt ou Av. Eng. Duarte Pacheco, Torre 1 - 11.°, 1070-101 Lisboa.
Para mais informações, consulte a Política de Privacidade do Banco Invest, S.A., disponível em www.bancoinvest.pt.

ACESSO INVEST ONLINE
Este site utiliza cookies para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. SABER MAIS Concordo